segunda-feira, 27 de maio de 2013

Feira Medieval


             No dia 24 de maio do corrente, por volta das 15h00, realizou-se mais uma animada e calorosa FEIRA MEDIEVAL, na escola de Vila Nova de Tazem, do AE de Gouveia.
             Estiveram presentes elementos de toda a comunidade educativa: alunos, professores, funcionários, encarregados de educação e pessoas das localidades circunvizinhas, que deram muito colorido à feira, vestidos nos seus trajes medievais. Procurou-se recrear, não só o espaço, como também as figuras representativas das três classes sociais da época.
            Nas habituais tendinhas estava exposta uma colorida variedade de produtos – quer agrícolas, quer artesanais, quer ainda confecionados pelos nossos alunos, professores, pais, familiares e auxiliares da ação educativa. Não faltaram algumas iguarias que deliciaram os presentes – desde caldo verde, a feijoada, também havia papas de carolos,  bifanas e tiras na brasa, entre outros … uns suminhos, uns branquinhos fresquinhos e… matavam a sede dum lindo dia de sol e calor.
           Por volta das dezassete horas, iniciou-se o habitual desfile onde animados seguiam frades, saltimbancos, damas, senhores nobres, sacerdotes, mulheres e homens do povo, entre outros. Foi ao som do grupo “Bombo juvenil”, onde o tambor era o instrumento de eleição, que todo o cortejo percorreu a rua principal até à igreja. Aí, no adro, os saltimbancos exibiram uma pequena atuação, merecendo os aplausos dos presentes.
           Finalmente, regressou-se com o mesmo entusiasmo, procurando espalhar alegria e despertar o olhar sorridente da assistência.
           Depois de gastas umas energias, mais uns comes e bebes aconchegaram os estômagos já vazios.



           E assim se passou uma já habitual Feira Medieval que proporcionou um momento de lazer e convívio muito agradável ,  permitindo aos presentes “um faz de conta”,  numa outra pele.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Momento do conto

         Os alunos do Pré escolar e 1ºciclo da EB2,3 de Vila Nova,os pequenitos da Casa do Povo e do Abrigo da Sagrada Família de Lagarinhos assistiram, ontem, dia 22 de maio, a uma sessão de contos.
         A contadora de histórias foi Mariana Aires da Biblioteca Municipal de Seia que encantou com as suas histórias.
          As histórias contadas foram:
          - A nuvenzinha triste
          - Os dez porquinhos
          - A lenda das Matrioskas

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Expo 98


            A EXPO'98, Exposição Mundial de 1998, ou, oficialmente, Exposição Internacional de Lisboa de 1998 , cujo tema foi "Os oceanos: um património para o futuro", realizou-se em Lisboa, Portugal de 22 de Maio a 30 de Setembro de 1998.
            A zona escolhida para albergar o recinto foi o limite oriental da cidade junto ao rio Tejo. Foram construídos diversos pavilhões, alguns dos quais ainda permanecem ao serviço dos habitantes e visitantes, integrados no agora designado Parque das Nações, destacando-se o Oceanário (o maior aquário do Mundo com a reprodução de 5 oceanos distintos e numerosas espécies de mamíferos e peixes, do arquiteto Peter Chermayeff) um pavilhão de múltiplas utilizações (Pavilhão Atlântico, arquiteto Regino Cruz) e um complexo de transportes com metropolitano e ligações ferroviárias (Estação do Oriente, do arquiteto Santiago Calatrava).
          A EXPO'98 atraiu cerca de 11 milhões de visitantes, apesar de previsões iniciais apontarem para cerca de 15 milhões. Parte do seu sucesso ficou a dever-se à vitalidade cultural que demonstrou - por exemplo, os seus cerca de 5000 eventos musicais constituíram um dos maiores festivais musicais da história da humanidade.
         Arquitetonicamente, a Expo revolucionou esta parte da cidade e influenciou os hábitos de conservação urbana dos portugueses - pode dizer-se que o Parque das Nações é um exemplo de conservação bem-sucedida dum espaço urbano.
          Foi considerado pelo BIE (o organismo internacional que elege as cidades a receberem as exposições) como a melhor Exposição Mundial de sempre.




Richard Wagner

           Faz hoje 200 anos que nascia no número 3 de uma célebre artéria comercial de Leipzig (Alemanha) o nono filho de Carl Friedrich Wagner, funcionário da polícia (apesar de subsistirem dúvidas sobre a sua paternidade), e de Johanna Rosine, filha de um padeiro. 
          Dois séculos depois, o que então foi um acontecimento que passou despercebido, toma dimensões de efeméride à escala global. Afinal, em Richard Wagner (1813-1883) reconhecemos um dos nomes maiores da história da música e referência de primeiro plano no universo da ópera.

sábado, 18 de maio de 2013

18 de maio - Dia Internacional dos Museus


Sob o tema Museus (Memória +Criatividade)= Mudança Social celebra-se, hoje, dia 18 de maio, o Dia Internacional dos Museus.
Coincidindo no mesmo dia, a celebração do Dia Internacional dos Museus e da Noite dos Museus é uma oportunidade para cerca de 100 museus, através mais de 450 de atividades, se mostrarem como espaços de memória e celebrarem a criatividade e a inovação em estreito convívio com os seus públicos.
Inaugurações de exposições, Visitas encenadas, peças de teatro, dança e cinema, concertos, ateliês para os mais novos, mostras de artesanato, festivais de gastronomia, são algumas das atividades organizadas pelos museus de todo o País, no Dia e Noite dos Museus 2013.
                As entradas são gratuitas nos museus e monumentos portugueses, com exceção do Palácio Nacional da Ajuda.
A riqueza e diversidade das coleções, estudadas, preservadas e expostas nos museus, em articulação com a vitalidade e criatividade que têm caracterizado o sector dos museus nos últimos anos, constituem os principais ativos deste sector. Reconciliar a conservação dos acervos, missão tradicional dos museus, com a criatividade necessária para divulgação de espaços e coleções, e captação e fidelização de públicos – este é o caminho que os museus estão a percorrer, seguros que a sua presença e atividade podem constituir-se como um importante elemento de transformação da sociedade num sentido construtivo.
O tema do Dia Internacional dos Museus 2013 está imbuído de otimismo, conciliando de forma dinâmica diversos pilares definidores dos museus contemporâneos, chamando a atenção para a natureza universal das instituições museológicas e para o seu impacto positivo nas comunidades. Esta conjugação de conceitos sintetiza a complexidade da missão e objetivos dos museus, sinalizando que estes estão destinados a contribuir para o desenvolvimento social.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Olimpíadas da Ortografia

         A Equipa da Biblioteca levou a cabo a fase final das Olimpíadas da Ortografia.
Os alunos vencedores foram:
2ºciclo:
Sandro Carvalho - 5ºE
João Carvalho - 5ºE
Leonor Costa - 6ºG

3ºciclo
Francisca Ferreira - 8ºF
Gonçalo Morais - 8ºG
Micaela Sousa

A equipa agradece a participação de todos os alunos participantes nesta atividade.

terça-feira, 7 de maio de 2013

Visita do escritor José Viale Moutinho no dia 10 de maio

        José Viale Moutinho nasceu no Funchal, em 1945. Jornalista e escritor, tem várias obras editadas, algumas delas traduzidas nas mais diversas línguas, como o russo, búlgaro, castelhano, alemão, italiano, catalão, asturiano e galego. Estreou-se em 1968 com a novela Natureza Morta Iluminada.
          Foi director da Associação Portuguesa de Escritores, da Sociedade Portuguesa de Antropologia e Etnologia, do Círculo de Cultura Teatral e presidente da Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto. É sócio do Pen Clube Português, da Academia de Letras de Campos de Jordão (Brasil) e membro honorário da Real Academia Galega.
         Autor de cerca de meia centena de livros para crianças, bem como de trabalhos nas áreas de investigação de Literatura Popular, da Guerra Civil de Espanha e da deportação espanhola nos campos de concentração nazis, bem como de estudos sobre Camilo e Trindade Coelho. Ficcionista e poeta, recebeu, entre outros: Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco/ APE, Prémio Edmundo de Bettencourt de Conto e de Poesia, Prémios de Reportagem Kopke, Norberto Lopes/Casa da Imprensa de Lisboa e El Adelanto (Salamanca); Pedrón de Honra (Santiago de Compostela). Traduções em castelhano, galego, catalão, italiano, alemão, russo, esloveno, búlgaro,asturiano, entre outros idiomas. 

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Momento do Conto em abril


A Biblioteca escolar, no âmbito do “Momento do Conto” ,deslocou-se, mais uma vez, à escola básica de Lagarinhos , desenvolveu  uma atividade junto das crianças da escola mencionada e a história escolhida foi : “O Gato das Botas”.
 De seguida  as crianças foram convidadas a partilhar as suas qualidades artísticas e a pintar um desenho ligado á história.   
             A apresentação foi feita utilizando um Kamishibai. Os alunos estiveram sempre recetivos e interessados, apesar de alguns já conhecerem a história.
 

domingo, 5 de maio de 2013

Dia da Mãe

A Mãe

 A mãe é uma árvore
e eu uma flor.
A mãe tem olhos altos como estrelas.
Os seus cabelos brilham como o sol.
A mãe faz coisas mágicas:

transforma farinha e ovos em bolos,
linhas em camisolas, trabalho em dinheiro.
A mãe tem mais força que o vento:
carrega sacos e sacos do supermercado
e ainda me carrega a mim.
A mãe quando canta tem um pássaro na garganta.

  LIVRO + do Mês de DEZEMBRO Livro : A Inaudita Guerra Na Avenida gago Coutinho Autor : Mário de Carvalho Editora: Caminho ...